inicio / blog

Blog

Mitos e verdades da consultoria sensual: Respondemos suas dúvidas sobre o assunto

04 jun

É cada vez maior o número de pessoas se libertando de suas amarras, deixando a vergonha de lado e descobrindo as inúmeras possibilidades que os produtos eróticos podem proporcionar para o próprio bem estar e para os seus relacionamentos. Mas apesar dos avanços, ainda existem muitos tabus para serem quebrados para os profissionais que trabalham neste segmento, e as consultoras sensuais não ficam de fora.

Preparamos as respostas para uma série de dúvidas e perguntas em que desvendamos o que é mito e o que é verdade para você que já pretende trabalhar no mercado erótico ou já pensou em trabalhar com a venda de produtos sensuais. Acompanhe!

É necessária dedicação exclusiva para vender produtos sensuais?

Não! Você pode ter outra atividade profissional além da consultoria. Na A Sós, por exemplo, existe um escritório virtual exclusivo com informações relevantes e relatórios de vendas para facilitar o acompanhamento dos pedidos, dos negócios e das finanças das consultoras. Assim, você tem todo o controle para ajudar na organização do seu próprio tempo da maneira que quiser e puder.

O mercado somente oferece produtos eróticos para o sexo?

Mito. A venda de produtos eróticos vai muito além dos acessórios e próteses. O mercado sensual envolve, além do prazer, a saúde e o bem estar das pessoas, o que inclui como itens para vendas,  produtos de higiene íntima, cosméticos, lingeries e itens para aromatização do ambiente, como incensos e velas.

É preciso ter conhecimentos sobre sexo para vender produtos eróticos?

Não é necessário ter conhecimento sobre o sexo propriamente dito, mas saber as especificidades dos produtos é essencial e fará toda a diferença na hora da venda. As pessoas que buscam produtos eróticos estão a procura de novas sensações, novas experiências ou até mesmo um momento especial. Por esse motivo, uma consultora sensual deve despertar o interesse do cliente em relação ao produto, o que inclui a explicação sobre as possíveis sensações (principalmente os que esquentam, esfriam e têm sabores diferentes), qual a melhor maneira de utilizá-los, etc.

A consultora tem que testar todos os produtos?

Verdade. Testar a maior quantidade possível de produtos é uma ferramenta de vendas poderosa, já que você terá a própria experiência para dividir com seus clientes sobre os sabores e sensações de cada um dos itens. Lembre-se que ele podem (e terão) dúvidas e você deve estar preparada para respondê-las. Ler sobre o assunto e assistir vídeos também contribui muito para o aprendizado. Cerque-se de informações e ofereça aos seus clientes uma consultoria sensual nota máxima.

Só jovens vendem produtos sensuais?

Mito. Esse é um dos vários tabus relacionados ao sexo e percepção muito comum da sociedade em que vivemos. O sexo e por consequência, os produtos sensuais, são desfrutados por pessoas de todas as idades. Por esse motivo, não existe faixa etária adequada ou ideal para utilizar os produtos e ser uma consultora erótica, basta ter interesse!

Apenas para mulheres são consumidoras de produtos sensuais?

Definitivamente não, apesar das mulheres representarem mais de 70% do público consumidor de produtos sensuais. Os produtos eróticos existem para promover prazer para homens e mulheres, portanto nada de rótulos e preconceitos. O mais importante é a conexão, consciência e conhecimento do seu próprio corpo e do parceiro.

É difícil conseguir clientes para o mercado?

Mais um mito que precisamos derrubar. Uma prova disso é o levantamento feito p

ela Associação Brasileira das Empresas do Mercado Erótico e Sensual (ABEME) no ano passado, que aponta um crescimento anual de 8,5% no segmento erótico. Isso significa que os produtos sensuais estão ganhando cada dia mais adeptos, principalmente pelo fato de estarem relacionados, não somente ao sexo, mas como o bem estar íntimo e dos casais. Dessa forma, você conseguirá, não somente, ganhar uma renda extra com a venda de produtos sensuais, como também pode transformá-la em renda principal.

Preciso saber da vida íntima do cliente para ser uma consultora sensual?

Não! Algumas pessoas são muito tímidas e reservadas para relatarem seus momentos íntimos, mas como o seu diferencial deve ser sempre o atendimento, vale caprichar nas dicas e na apresentação dos produtos, sem invadir a privacidade do seu cliente. Aos poucos você conhecerá melhor o perfil de cada cliente e as suas preferências por meio dos produtos que mais ele adquire, o que por consequência, poderá fechar mais vendas sugerindo itens que ele tem mais probabilidade de comprar.

Preciso ter experiência com vendas para trabalhar com produtos e como consultora erótica?

Mais um mito. Você não precisa ter experiência com vendas para ser uma consultora erótica, mas é preciso ser desinibida (você também vai se soltar aos poucos, não se preocupe), ter bons argumentos em relação aos produtos e ter interesse no mercado erótico, é claro. Se você tiver esses pré-requisitos, pode faturar alto no segmento sensual e erótico.

Você tem mais alguma dúvida sobre o mercado sensual? Escreva nos comentários!

Aproveite para baixar nosso e-book “Guia completo para se tornar uma consultora sensual” e entenda mais sobre o assunto.

 


mm
Marcela Gonçalves

Formada em Design Gráfico e pós graduada em Gestão Estratégica da Comunicação. Responsável pelo desenvolvimento do site, material de divulgação e redes sociais da A Sós.

Email Facebook

Veja também

Comentários


Receba novidades por email